29 dezembro 2010

Sim, hoje olhei para o céu.

Eu sempre digo para pessoas que onde eu moro, tenho uma visão mais que privilegiada das estrelas, isto acontece por que é um bairro pequeno isolado da cidade grande onde não há poluição de luzes.

Enquanto falava no telefone, coloquei a cadeira no meio do pátio e me sentei olhando para céu que estava totalmente sem nuvens mostrando o mais lindo céu que eu possa me lembrar. E além do mais, eu que sou extremamente azarado para ver “estrelas cadentes” compensei hoje o que não vi minha vida inteira: dos quinze minutos que fiquei sentado, contei cinco estrelas cadentes e pude até distribuir os desejos.

Sempre quando eu tento descrever o cenário que vejo da janela da minha casa, as pessoas geralmente não acreditam, tentei tirar uma foto, mas a resolução da câmera não foi suficiente, então peguei a imagem mais próxima da realidade para que tenham uma breve noção.

É a dica que eu deixo, observem o céu, vejam o cenário mais lindo que Deus já criou. 

12 dezembro 2010

03 dezembro 2010

Dia corrido / Sms na hora certa.

Hoje foi realmente um dia corrido. Com os preparativos de um grande show chegando, tive que terminar mais alguns detalhes que faltavam pro evento, e ao mesmo tempo trabalhava no meu projeto de faculdade, para apresentar a uma banca de professores ainda hoje.

Pois bem, foi tudo muito em cima da hora, mas tenho culpa por deixar as coisas acumularem. A apresentação foi terrível creio eu, ficar nervoso na frente dos professores nunca me aconteceu, mas desta me pegou bem feio: eu olhava para as imagens e esquecia do que dizer. E para completar não deu tempo de imprimir o material para eu me basear, foi tudo meio que no improviso, e deixando aos meus conhecimentos, o que acabou não adiantando nada. Fato: terminei a apresentação, mas com aquela sensação de que me saí muito mal. A banca de professores notou meu nervosismo, e tomara que tenham me perdoado, principalmente este projeto sendo muito importante.

Consegui terminar a apresentação a tempo de correr para o recital da minha cunhada. No caminho recebi uma sms da pessoa mais maravilhosa do mundo, a dona dos olhos verdes por quem amo, a mensagem fez mudar o meu pessimismo e consegui me acalmar.

Eu sei que tu está lendo isto, e quero que saiba: estou morrendo de saudades.

02 dezembro 2010

Desabafo

Estou vivendo um período maravilhoso em minha vida. Onde tenho vários momentos de felicidade, na companhia de uma pessoa incrível. De fato, estou amando. Amando o suficiente para sofrer pela ausência dela, sentir saudade das conversas e sonhar com sua presença  assim que fecho os olhos. Amando o suficiente pra fazer poesias em sua homenagem, pensar em 1001 idéias de tornar seu dia mais feliz. Amando o suficiente para ficar longos períodos olhando para sua foto no computador, amando suficiente para desejar torná-la feliz.
Desde o primeiro dia que a conheci, senti que algo estava acontecendo. Uma esperança surgiu em mim, e a felicidade voltou a tomar conta. Eu acho que estava voltando a viver. Os dias foram passando, e cada vez mais descobri suas qualidades, descobri a sua singularidade, me senti dentro de um sonho e tive medo de acordar. Admirei sua beleza, admirei seus gestos, admirei suas palavras e suas atitudes. Admirei sua inteligência, amor, romantismo, admirei os lindos olhos verdes.
Percebi ao passar dos dias que me apaixonei, e ao passar do tempo descobri que a amo e hoje não volto atrás sem lutar por sua felicidade e merecer o amor da pessoa mais incrível que surgiu em meu caminho, a pessoa que sempre desejei, a mulher com que sempre sonhei, a dona dos olhos verdes por quem amo.
Não importa quanto tempo leve, não importa as tempestades que vou enfrentar, não vou descansar até merecer o seu amor. 

15 novembro 2010

Nesta Noite

"Quero nadar no reflexo verde que observa as belezas."

11 novembro 2010

Final de semana de provas.

Neste final de semana fiz as provas do Enem, que na minha visão foram fáceis, o que significa que fui muito mal. Digo isso por que todo mundo achou difícil, e eu achei o bagulho fácil, então realmente devo ter ido muito mal nas provas. O que pode ser uma boa noticia para mim, é que há a possibilidade das provas serem reaplicadas, então é possível que eu me salve.

Teve muitos erros na impressão das provas do Enem, por exemplo, quem pegou as provas amarelas foram os que mais se ferraram, pois aquelas porcarias estavam com as paginas trocadas e é possível que tivesse até paginas da revista “Isto é” no meio do conteúdo.

Acho que a parte mais difícil do Enem foi chegar ao local onde foi aplicado a prova, fora a dificuldade que foi de localizar no Google e encontrar o meio mais fácil de chegar até o local. Ta certo que as provas foram aplicadas as 13hs da tarde, mas 10hs da manhã eu já tava na parada do ônibus, e ainda atrasado. O engraçado é que varias pessoas que fariam o Enem, pegaram o ônibus junto comigo, quando eu desci no centro da cidade (antes de pegar o segundo ônibus) vi todo aquele grupo indo para o lado totalmente oposto. Eu pensei, eu sou o único ferrado que vai fazer a prova nesse lugar.  Segui caminho até a segunda parada de ônibus, perguntei para o cobrador se o mesmo passava no local, ele disse que sim, mas aquela porcaria fez tantas voltas que eu pensei que o cobrador tava tentando me ferrar também. Mas consegui chegar no local de aplicação de prova minutos antes de abrir os portões.

Assim que abriram os portões, eu logo entrei para adiantar as coisas, achei minha sala e tal. A prova foi aplicada, e depois daí correu tudo bem, até anunciarem que havia um erro de impressão e os fiscais não sabiam exatamente qual providencias iriam tomar. As pessoas entraram em pânico, e eu já estava imaginando que alguém jogaria uma cadeira pela janela ou tacaria fogo na instituição, mas tudo se manteve tranqüilo.

Na cadeira atrás de mim sentou uma mulher, que após duas horas em que foi aplicada a prova, ela começou a emitir sons de quem queria vomitar. Minha nossa, eu me assusta feio com aqueles barulhos horríveis, e ela ia vomitar em cima de mim. E eu apavorado já tava folhando a prova pra saber quantas perguntas ainda restavam para eu abrir fora dali antes que ela vomitasse em mim. Eram sons tipo: uhhhhhhhhhgo. Entenderam? Uuuuuuuuuuuhggg. Bem altos... sabe? Cara, é uma sensação horrível a de ser prestes a ser vomitado e eu não imaginava o que iria fazer se ela vomitasse em mim: eu ia fingir que nada aconteceu e seguir marcando a prova com os pedaços do almoço da mulher nas minhas costas? Eu poderia chamar os ficais e pedir permissão para tomar um banho ou fazer a prova pelado. Sei la.

No final deu tudo certo, a mulher não vomitou em mim, eu fiz uma boa prova, e no máximo voltei com uma dor no pescoço e muita fome. O pior quando acaba saímos da sala após cinco horas sentado em uma cadeira horrível, é que você parece que está anestesiado e esteve anos em cativeiro  com o pescoço dobrado.

Após todo esse trabalho, como eu tinha dito antes, é possível que reapliquem as provas, o que não acho uma má idéia. Caso isso acontecer, espero que eu tenha um melhor desempenho (eu não sei como me saí nessas ultimas) e não tenha ninguém sentado perto de mim, querendo devolver a comida. 

06 novembro 2010

Sentir.

Sentir e calar-se
Amor preso ao coração em pulsos fortes
querer ser prisoneiro da felicidade nos grilhões do amor
nadar no reflexo verde que observa as belezas.
Sentir a presença
em segredo chorar pela ausência.
Da alma o perfume exala e no meu pensar fixa a imagem
fixa a dor, fixa a saudade fixa a presença.
Sentir as pétalas
que com beijos doam amor, que despertam o desejo,
que falam carinho... recebem amor.
Sentir o sonho...
Merecer o perfume, que o vento rouba
dos fios que escorrem aos ombros.
Quero sentir o silencio dos segundos que antecedem
a união. Ouvir palavras que me aprisionem.
Sentir o toque e o doce gosto de merecer amor.

Régis Dutra.

02 novembro 2010

Labirintos

Dias e dias, procurando a saída de um labirinto sem fim. Dobrar esquinas encontrar o centro, voltar ao mesmo lugar sempre. Tentar escalar as paredes é inútil, apenas continuar caminhando e talvez morrer procurando a saída do labirinto.

Sem bussolas para me guiar, sou motivado apenas pela esperança  de não morrer  preso em um labirinto, solitário e frio que o mundo me reservou.
Sei que “não existe labirinto sem saída”
Eu quero apenas, ver o sol mais uma vez. 

26 outubro 2010

Epidemia grave.

Há uma epidemia muito grave que vem se alastrando ao longo dos tempos. Postei aqui alguns sintomas que podem ajudar a vocês a diagnosticar esta epidemia denominada Amor.

Penso nela todo dia.

No inicio pensamos em uma pessoa em vários períodos do dia, sendo mais comum ao levantar pela manhã, e ao deitar a noite. Devemos ficar atento pois o sintoma vai se agravando ao passar dos dias, chegando ao estagio de pensarmos o dia todo, e é comum algumas pessoas sonharem com esse alguém, sendo esse um caso mais grave onde o cérebro mesmo em repouso não deixa de pensar neste alguém tão especial. É preciso ter cautela, já que o amor é constituído por vários sintomas, e é impossível diagnosticar o amor apenas com um sintoma e principalmente este em especifico.

Medo de usar o telefone.

Este sintoma se apresenta em poucos casos, e geralmente deixa o indivíduo com um desejo incontrolável de ligar para a pessoa que tanto pensa, mas não consegue efetuar a ligação pois este sintoma é seguido de uma insegurança juntamente com sensação de uma uma futura rejeição. Este estagio quando apresentado, vem seguido do primeiro sintoma. Há casos em que este sintoma não se apresenta ainda por motivos não muito conhecidos.

Aperto no coração

Este sintoma é muito comum quando se está amando. A sensação de aperto no coração surge principalmente quando o indivíduo visualiza fotos ou vê pessoalmente a pessoa que tanto pensa. É no estagio avançado do 1° sintoma que o aperto no coração é apresentado, podendo estender este aperto a vários períodos durante o dia.

Ansiedade.

A ansiedade esta presente antes de um encontro, ou de um telefonema por exemplo. A pessoa fica inquieta e geralmente esta ansiedade é seguida com aperto no coração. A ansiedade pode surgir como ultimo sintoma, ou até mesmo após o primeiro mas é inevitável, e indispensável para diagnosticar o amor.

Falha nas funções motoras.

É muito comum pessoas terem falhas nos movimentos do corpo, principalmente em um encontro. O indivíduo sente um descontrole e vira um tremendo desajeitado. Este sintoma é muito mais comum nos homens, e o seu período de duração varia dependendo o tempo de encontro. A falha das funções motoras geralmente se apresenta seguidamente da ansiedade.

Saudade.

Este sintoma é o mais importante de todos, e é preciso ficar atento aos detalhes para defini-lo como um sintoma do amor. Desejar estar com aquela pessoa, querer ouvir a sua voz, sentir a sua presença, sentir a sua amizade, sentir-se satisfeito apenas em estar ao lado dela, esses são alguns detalhes que tornam a “saudade” um sintoma compatível com amor. A saudade fortifica todos os outros sintomas e piora ao passar dos dias.

ATENÇÃO: Se você tem mais de um desses sintomas, fique atento pois você pode estar amando. É necessário fazer o exame para a diagnosticar o amor. O método pratico que pode ser feito por qualquer indivíduo é: aproximar os seus lábios aos lábios da pessoa desejada até que se toquem, se os sintomas piorarem após este exame, está diagnosticado que você esta amando. Após diagnosticar o amor, os sintomas nunca desaparecem, e a partir daí surge uma reação natural inevitável chamada Felicidade.
Foram registrados mais de 250 sintomas que definem o Amor, que podem variar de pessoa para pessoa, sendo citados aqui apenas alguns exemplos.

Em casos de duvida consulte um especialista, conhecido popularmente como Coração. Para entrar em contato com o coração basta fechar os olhos e se concentrar.

18 outubro 2010

Confesso...

Confesso, que no fundo sempre achei que as pessoas fossem muito egoístas e más. Confesso que sempre achei que não haveria solução para a humanidade. O que eu via eram homens e mulheres presas em frente ao espelho, que limitavam a sua bondade à imagem a sua frente; o que eu via eram pessoas que se julgavam corretas para poder repousar a cabeça ao travesseiro depois de um dia inteiro fazendo o bem para si mesmas. Confesso que nada mudava esse meu pensamento de que não havia mais esperança. Mas agora confesso que eu estava enganado:

Neste momento “estranho” na minha vida, onde tento me encontrar, encontrei uma pessoa que me deu muita esperança e alegria, simplesmente pelo fato de ela existir. Uma pessoa que valoriza as pessoas, que se preocupa com elas e não espera nada em troca. Ela reza 1000 Ave Maria por pessoas que tentaram lhe causar mal, ou que não fazem mais parte de sua vida e necessita de alguma mudança. Além de sua sensibilidade com as pessoas, esta moça admira a simplicidade, o cantar dos pássaros e poesias, além de ser muito romântica, o que torna estas combinações, incomuns para apenas uma pessoa. Esta pessoa mostra o verdadeiro sentido da palavra amor, que todos deveriam ver.

Iniciei a jornada de tentar me encontrar, naveguei pelos mares do meu pensamento buscando respostas para a minha indignação e tristeza. Confesso que eu não tinha esperanças de retornar, achei que as tempestades me venceriam e me afogariam sem eu encontrar o que procurava.

Confesso, que esta moça com seus atos e palavras deu-me a “bussola” para voltar a terra firme. Além de eu obter as minhas respostas, ganhei esperança de que ainda existem mais pessoas que valem mais que ouro neste mundo.

Graças a Deus ela surgiu em meu caminho, e graças a essa humilde moça eu encerro a minha busca.

É o fim do meu repensar de vida. E digo a vocês que estou de volta em casa.



30 setembro 2010

É Dilmais.

Hoje é um novo dia, e isto não é canção da globo... Acho que obtive bons resultados na reforma de princípios e na limpeza do “sótão”. Neste primeiro dia, coloquei a minha nova meta, finalmente entrar no curso de psicologia. Não vai ser fácil, e tenho muito trabalho pela frente, mas o que tem que permanecer é a motivação e seguir determinado.

Hoje é um novo dia, e não é o presidente dos EUA, falando após ser atacado por OVNIs em algum filme de ficção. Eu disse que ia mudar, e estou fazendo isto: faz 24 horas que eu não matei nenhuma pessoa, não botei fogo em nenhuma casa, e não roubei dinheiro de cegos na calçada. Meu psicólogo diz que isso é um bom sinal e que as chances da minha psicopatia diminuir são grandes com este tipo de atitude. Ele me recomendou que limitasse os meus crimes a somente botar fogo em casas, de preferência a da Dilma ( é Dilmais).

É claro que estou apenas brincando, e de verdade neste post só há a minha meta de entrar no curso de psicologia e a vontade de por fogo na casa da Dilma. Mas no caso da Dilma, não farei isso, pois dizem que ela é uma terrorista e com certeza colocaria fogo na minha casa primeiro. Então a verdade fica só na parte do curso de psicologia.


Bom, é isso, vou fazer o almoço. 

29 setembro 2010

Fui... repensar minha vida, e não tenho dia para voltar.

Bons tempos em que as postagens deste blog eram diárias. Há alguns dias eu li as minhas primeiras postagens, varias mal escritas, mas felizes no conteúdo e também no humor. Eram tempos diferentes, não sei exatamente o quanto eu era feliz naquela época, e nem sei exatamente o quanto sou feliz hoje. É possível que eu estivesse escondendo o jogo e hoje eu me convenço que a vida é uma eterna escuridão, hehe, não vou exagerar, não vivo na lama, e tenho muitos momentos felizes.
Hoje sou jovem, com vontade de viver e aprender. Aprendi muitas coisas até agora, principalmente relacionada às pessoas. E o mais importante, aprendi muita coisa sobre mim, mas ainda não descobri quem eu sou, mas sei quem eu pretendo ser, e isto basta no momento.
Esta semana foi realmente muito difícil pra mim. Mas aprendi lições maravilhosas, e espero nunca esquecer. Além do mais eu tenho que lembrar, que eu não sou o herói da historia (vocês não vão entender, é um lembrete somente para mim).
Garanto que descobri o meu valor, e não mais serei um mendigo de carinho.
Tenho certeza que os próximos dias serão difíceis, mas é um esforço necessário.
Inicia hoje, o meu repensar de vida. 

10 junho 2010

Sol Adormecido


O sol está dormindo em silêncio
Uma vez em um século
Melancólicos oceanos calmos e vermelhos
Carícias ardentes ao dormir

Por meus sonhos eu continuo minha vida
Por desejos eu contemplo a minha noite
A verdade no fim do tempo
Perder a fé se torna um crime

Eu desejo que esta noite
Dure por uma vida
As trevas em volta de mim
Margens de um oceano solar
Oh, como eu desejo me por com o sol
Dormindo
Chorando
Com você

Sofrimento, é o que tem em um coração humano
De meu Deus eu irei me despedir
Eu velejei sob mil luas
Nunca achando para onde ir

Duzentos e vinte e dois dias de luz
Serão trocados por uma noite
Um momento para o poeta tocar
Até que não haja mais nada a se dizer

Eu desejo para esta noite
Para ser a última de uma vida
As trevas em volta de mim
Margens de um mar solar
Oh, como eu desejo afundar com o sol
Dormindo
Chorando
Com você

Tuomas Holopainen

07 abril 2010

Hoje


Hoje
Amanhecer
Despertar
Tristeza
Solidão
Desabafo
Escrito
Tristeza
Permanece

06 abril 2010

Mendigos de carinho


Ouvi esta frase nesta semana, e ela não me saiu da cabeça. Filosofei e comparei casos e pessoas, e notei que a maior parte já foi ou é um mendigo de carinho. Pedir afeto, pedir abraço, pedir um pouco de atenção, isto acaba que se torna mais humilhante que pedir dinheiro. Estes mendigos, na maior parte dos casos, não sabem que são necessitados, vão á festas, bares, vão a casa dos amigos e inconscientemente imploram por carinho. Isto acontece entre todos os sexos, e classes sociais. Muito pensei, sou um destes mendigos? Fui um deles? Serei um mendigo de carinho?

11 março 2010

Surpresas.


Realmente eu disse que estaria de volta as paginas do Dias Diários, mas a vida nunca deixa de trazer surpresas, muitas boas, porém desta vez, uma bem ruim. Não vem ao caso, registrar momentos ruins, então deixei passar alguns dias.


Hoje esta um tempo muito bom, nublado, e daqui a pouco é possível que chova. Sempre gostei dos dias chuvosos, me sinto confortado, protegido... não sei por que. Eu adoraria morar em um país frio, entretanto, estou muito feliz em pelo menos morar em um estado com temperaturas baixas.


...


Ontem na faculdade, encontrei um professor que me deu aula no fundamental, na época em que eu era um “rebelde”, hehe. No período fundamental eu só queria curtir a vida, viajar, fazer shows; estudar era a ultima das idéias. Apesar da bagunça que eu fazia, nunca faltei com respeito com ninguém, por isso, fiz boas amizades com os professores. Enfim, esta experiência me fez refletir sobre as minhas evoluções. A vida nos reserva muitas surpresas.

02 março 2010

O Homem Aranha na Favela.

Nesta manhã, enquanto tomava um café, vi no telejornal as freqüentes reportagens sobre as favelas, não somente da cidade do Rio de Janeiro, mas também, de outras cidades como Porto Alegre. Imaginei como um herói agiria em um cenário destes, então anotei a idéia e alguns amigos riram quando leram as anotações. Resolvi compartilhar com vocês, na realidade é só para descontração. Espero que gostem.
 __________________________


Parecia ser uma noite comum, tiros e gritos surgiam de todos os lados na favela do castor-morto, a mais perigosa favela do Rio. No topo do morro do Bidó, está o dono da boca, com muito dinheiro, drogas e armas. Na volta da casa, muitos homens fortemente armados.

A polícia não conseguia chegar até o topo do morro do Bidó, foi então que surgiu ele, em meio aos prédios, balançando-se em teias, o homem aranha. Todos olharam perplexos, aplaudiam com vontade. Quando o Herói aproximou-se da entrada da favela do Castor-morto, notou que não havia prédios, não seria possível balançar-se em suas teias. O homem aranha decidiu ir andando. O maior herói de todos, o ídolo das crianças, a paixão das mulheres estava na favela lutando contra as drogas, em pleno Rio; ninguém estava acreditando.

O nosso herói andou com cuidado, pelas estreitas passagens que há entre as casas, de longe viu um homem fortemente armado, e na boca, um cigarrinho do demônio. O homem aranha teve a idéia de saltar nele, mas os espaços eram muito apertados. Subitamente nosso herói é atacado pelas costas, uma mulher o derrubou com uma barra de ferro na cabeça.

― Se liga só na parada que pinto aqui! ― Disse a mulher. ― Os gambe não tiveram corage de subir a parada então chamaram o Aranha.
O nosso herói começou a correr, ele não sabia se estava subindo ou descendo, tropeçou em algumas bicicletas, então, decidiu pular na pequena clareira que enxergou, mas se enredou nos “gato” da TV a cabo. O sentido de aranha o alertou do perigo, mas percebeu que o perigo vinha de todos os lados, ele nunca esteve em uma situação tão estressante.

― Qual é a do cara com a calça atolada? ― Disse uma criança, que estava atrás do nosso Herói.

O homem aranha olhou para trás e percebeu muitas crianças, armadas com metralhadoras, pistolas, e um pequeno garoto que carregava algumas granadas. O nosso herói não pode bater em crianças, o que ele deveria fazer? As crianças não pensaram duas vezes, descarregaram seus cartuchos, na tentativa de acabar com o herói, o trataram com um inseto. Foi em vão, ele ainda estava vivo, mas ele percebeu que a boca não tava boa, resolveu se entregar. O homem aranha foi levado até o topo do morro do Bidó, afinal, era onde ele queria chegar; será que este era seu plano desde o principio?

No topo do morro, o dono da boca gritava e batia no nosso herói.

― Qual é vacilão, tu acha que ta aonde?

O homem aranha nada respondeu, e não por que estava com medo, e sim, por que não fala em Português.

― Não vai falar nada? ― Disse o dono da boca. ― Baixa a calça, seu boiola, que vou te mostrar uma linguagem universal.

O homem aranha entendeu o recado, e saltou pela a janela, caiu em meio à mata, e os cachorros correram atrás dele. O herói correu como o vento, mas foi capturado logo em seguida. Prenderam o homem aranha em meio á muitos pneus, puseram-no gasolina e botaram fogo.
E esta, foi mais uma noite na favela do Castor-morto.


Por: Régis Dutra.

01 março 2010

Dias Diários

Hoje, resolvi retomar as atividades no Dias Diários, este, que é meu companheiro de longa data; é possível que estas páginas sejam preenchidas, até o fim da minha vida. Imaginem, uma vida inteira registrada em uma pagina de internet. Além do mais, após a morte, o blog, continuará na rede, até que o servidor dê um fim as suas informações.
Hoje, não tenho muito que dizer por aqui, mas nas próximas postagens, tenho certeza que assuntos interessantes surgirão.
Agradeço á todos, e até amanhã.

Deixe seu recado