26 outubro 2010

Epidemia grave.

Há uma epidemia muito grave que vem se alastrando ao longo dos tempos. Postei aqui alguns sintomas que podem ajudar a vocês a diagnosticar esta epidemia denominada Amor.

Penso nela todo dia.

No inicio pensamos em uma pessoa em vários períodos do dia, sendo mais comum ao levantar pela manhã, e ao deitar a noite. Devemos ficar atento pois o sintoma vai se agravando ao passar dos dias, chegando ao estagio de pensarmos o dia todo, e é comum algumas pessoas sonharem com esse alguém, sendo esse um caso mais grave onde o cérebro mesmo em repouso não deixa de pensar neste alguém tão especial. É preciso ter cautela, já que o amor é constituído por vários sintomas, e é impossível diagnosticar o amor apenas com um sintoma e principalmente este em especifico.

Medo de usar o telefone.

Este sintoma se apresenta em poucos casos, e geralmente deixa o indivíduo com um desejo incontrolável de ligar para a pessoa que tanto pensa, mas não consegue efetuar a ligação pois este sintoma é seguido de uma insegurança juntamente com sensação de uma uma futura rejeição. Este estagio quando apresentado, vem seguido do primeiro sintoma. Há casos em que este sintoma não se apresenta ainda por motivos não muito conhecidos.

Aperto no coração

Este sintoma é muito comum quando se está amando. A sensação de aperto no coração surge principalmente quando o indivíduo visualiza fotos ou vê pessoalmente a pessoa que tanto pensa. É no estagio avançado do 1° sintoma que o aperto no coração é apresentado, podendo estender este aperto a vários períodos durante o dia.

Ansiedade.

A ansiedade esta presente antes de um encontro, ou de um telefonema por exemplo. A pessoa fica inquieta e geralmente esta ansiedade é seguida com aperto no coração. A ansiedade pode surgir como ultimo sintoma, ou até mesmo após o primeiro mas é inevitável, e indispensável para diagnosticar o amor.

Falha nas funções motoras.

É muito comum pessoas terem falhas nos movimentos do corpo, principalmente em um encontro. O indivíduo sente um descontrole e vira um tremendo desajeitado. Este sintoma é muito mais comum nos homens, e o seu período de duração varia dependendo o tempo de encontro. A falha das funções motoras geralmente se apresenta seguidamente da ansiedade.

Saudade.

Este sintoma é o mais importante de todos, e é preciso ficar atento aos detalhes para defini-lo como um sintoma do amor. Desejar estar com aquela pessoa, querer ouvir a sua voz, sentir a sua presença, sentir a sua amizade, sentir-se satisfeito apenas em estar ao lado dela, esses são alguns detalhes que tornam a “saudade” um sintoma compatível com amor. A saudade fortifica todos os outros sintomas e piora ao passar dos dias.

ATENÇÃO: Se você tem mais de um desses sintomas, fique atento pois você pode estar amando. É necessário fazer o exame para a diagnosticar o amor. O método pratico que pode ser feito por qualquer indivíduo é: aproximar os seus lábios aos lábios da pessoa desejada até que se toquem, se os sintomas piorarem após este exame, está diagnosticado que você esta amando. Após diagnosticar o amor, os sintomas nunca desaparecem, e a partir daí surge uma reação natural inevitável chamada Felicidade.
Foram registrados mais de 250 sintomas que definem o Amor, que podem variar de pessoa para pessoa, sendo citados aqui apenas alguns exemplos.

Em casos de duvida consulte um especialista, conhecido popularmente como Coração. Para entrar em contato com o coração basta fechar os olhos e se concentrar.

2 comentários:

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Regis
Acho que estou perdido. Dos seis sintomas descritos por você, tenho 5. E se não for correspondido, será que tem cura?
Grande abraço

Tamires Guedes disse...

A gente se reconhece lendo e só nos resta sorrir...
Só para comentar: felicidade então pode ser um sintoma também, pela lógica do teu texto!
Adorei o post ^^

Deixe seu recado