27 dezembro 2008

Subliminarmente Papai Noel


Esta quente na terra do Doce... Acho até que doce nenhum resistiria a estas temperaturas, não sou muito de doce mesmo, que estraguem! Mas não sou egoísta não. Tempo ótimo para tomar uma boa Coca Cola, o que me lembra papai Noel ou ursos polares, falando nisso: descobri que a roupa do papai Noel é vermelha e branca por causa da propaganda da coca cola, desconfiável, mas com algum sentido, já que nas imagens das antigas lendas a roupa eram um tanto esquisitas e nada parecidas com as atuais. Em questão aos ursos polares: a Coca Cola não teve tanto poder assim, eles são brancos por que... são assim!
Pesquisando sobre Papai Noel: descobri que ele não anda sendo um bom velhinho. Papai Noel invadiu a festa de Natal da ex-mulher em Los Angeles na noite do dia 24 e abriu fogo contra cerca de 30 convidados, antes de incendiar a casa onde transcorreu a tragédia e se suicidar.
Do jeito que anda a crise, se o papai Noel (e não um idiota assassino vestido de felicidade) existisse, ele estaria com sérios problemas: teria que ficar ligado nos caças quando tiver sobrevoado com suas renas sobre os Estados Unidos, teria que pagar a mais para os duendes e élfos para trabalhar no Natal, e aturar fazer propaganda para a Coca Cola, o que me lembra subliminarmente – como nas propagandas subliminares na TV – que tem uma Coca Cola geladinha na minha geladeira. Mesmo não estando com sede me deu uma vontade de tomar. Será que as mensagens subliminares estão na internet também?

Um comentário:

Dani Moreira disse...

Regis, sabes que sempre que posso passo aqui para ler oque tens postado, ja li muita coisa legal aqui, mas acho que este "Subliminarmente Papai Noel" tocou num ponto interessante e que a algum tempo antes desde natal eu ja comentava com alguns amigos. A história do poder da coca-cola sobre a midia a ponto de ser capaz de modificar parte da história de uma lenda ou crença, como queira chamar, assim como o poder de tantas outras grandes marcas e empresas que ajudam nós seres humanos a deixarmos cada vez mais para trás o verdadeiro sentido de datas como o Natal, tenho certeza que se perguntarmos para uma criança de uns 5 ou 6 anos de quem é o dia 25 de dezembro, dificilmente a resposta será Jesus Cristo.

Entrando nessa questão de como nós seres humanos deixamos aos poucos, ou as vezes rápido demais, o sentido das coisas desaparecerem, me faz unir mais um ponto de "Subliminarmente Papai Noel", o Papai Noel que invadiu a festa de sua recém ex-mulher e provocou toda a tragédia de que ouvimos falar. Vai ver eu sou muito apegada ao Natal e ao Papai Noel, por que a muito tempo eu não via um tragedia na tv e me sensibilizava, afinal de contas, (outra caracteristica de nós seres humanos) hoje é tão comum matar, roubar, atirar filhos pela janela, tirar a vida de antigos amores, que tudo tem virado banal, e nós ja não nos surpreendemos com nada que vêmos. Talvez por ter me sentido mal por não ter sido tão "boazinha" neste Natal, pois podia ter tornado o Natal da minha familia muito mais feliz, é que, depois de muito tempo, fiquei chocada com essa história do Papai Noel Assassino.

Gostei muito do Post.
Beijos..... :)

Deixe seu recado