24 março 2009

Um palido ponto azul


Vejam o quão pequenos somos. Um pixel em meio à escuridão, tão frágil e desprotegido em um infinito desconhecido. Quantas vidas vividas, quanto sangue derramado, quantas felicidades e tristeza em uma poeira em meio ao universo.
Quantos filósofos, matemáticos, pensadores morreram imaginando esta imagem, sonhando que um dia pudessem ver o que antes só existia em suas teorias. Todos sabem, mas ninguém entende, o quão frágil somos. Esse minúsculo ponto azul, somos nós, é o nosso planeta terra. Quase despercebido, nesta imagem. Vejam o quão pequenos somos.

2 comentários:

Daniel disse...

hmmmm. ponto azul? Acho que estou meio daltônico. Vi soh um vermelho... :D brincadeira! Somos um pequeno universo que compõe um imenso universo.

Jéssica disse...

É uma bélissima questão,de longe tão pequenos comparados a imensidão do mundo,mas comparados de perto podemos ver nossa estatura,assim também nosso tamanho perante o nosso caráter mas apesar de pequenos de longe podemos ser capazes de grandes descobertas e conquistas ou apenas ser mais um entre tantos outros...eis que surge esta terrível indecisão que será respondida com o tempo!(qual será nosso tamanho?)

Deixe seu recado